O que te prende?

Nunca trabalhei em um circo, tampouco criei elefantes! Portanto, advirto que os “fatos” que lerá aqui foram relatados por amigos, que ouviram de amigos, que ouviram de amigos , que leram na internet – em um site, provavelmente, como este.

Segundo contam os amigos dos amigos dos meus amigos, a forma como os circos do passado controlavam elefantes era, no mínimo, curiosa.

Elefantes, sabemos, são bichos grandes. Dificilmente, um circo teria correntes ou jaulas fortes o suficiente para prendê-los. Por isso, usavam, não a força física, mas os limites de um “cativeiro” mental erguido pelas forças do hábito, ao longo de muito tempo e com muita paciência.

Ainda bebês, os elefantes ficavam presos por correntes grandes e fortes amarradas em uma das patas traseiras. Quando tentavam escapar, não conseguiam, pois a corrente os segurava.

Na medida em que cresciam e entendiam sua condição, cansados, os elefantes desistiam de se libertar das amarras. Alguns pareciam até tentar, mas, na prática, faziam a cada dia um pouco menos que o suficiente: corriam com vontade, mas paravam a um passo da liberdade! O “fracasso” repetido confirmava que não havia opção.

Os donos do circo, reconhecendo a passividade subserviente dos elefantes – cada vez maiores, cada vez mais fortes, cada vez mais presos – substituíam as amarras fortes por outras, cada vez mais fracas. Não havia problemas, afinal, os elefantes, de fato, já nem mais tentavam as arrebentar.

Crescidos, adultos e imparáveis, elefantes adultos ficavam amarrados por uma “cordinha” muito fraca. A simples presença da “cordinha”, frágil e seguramente incapaz de segurar um elefante, tinha força o suficiente para manter “preso” um dos animais mais fortes da natureza.

Ei… você.. o que é isso amarrado em sua perna?

Compartilhe este insight:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Elemar Júnior

Sou fundador e CEO da EximiaCo e atuo como tech trusted advisor ajudando diversas empresas a gerar mais resultados através da tecnologia.

Elemar Júnior

Sou fundador e CEO da EximiaCo e atuo como tech trusted advisor ajudando diversas empresas a gerar mais resultados através da tecnologia.

Mais insights para o seu negócio

Veja mais alguns estudos e reflexões que podem gerar alguns insights para o seu negócio:

There are a lot of scenarios where our applications need to support long-running processes. In this post, I will share...
Qual deveria ser o resultado da execução desse código? using System; using System.Threading.Tasks; using static System.Console; using static System.IO.File; class...
Neste post, apresento o conceito de “Dívida Técnica” (não é débito, é dívida). Explico por que nem sempre elas são...
Estamos, a maioria, em casa. Nossas rotinas não são as mesmas. Boa parte das atividades econômicas estão paradas. Aqueles que...
Some days ago, I heard a fantastic interview with Phil Haack on the IT Career Energizer Podcast. Here is the...
Sou extremamente privilegiado por ter em minha rede de contatos gente extremamente qualificada e competente no que faz. Conversar com...