É preciso haver coerência entre prática e discurso

Comunidades técnicas são sistemas complexos! Assim, não podem ser transformadas de maneira prescritiva. Não é razoável esperar que os comportamentos dos agentes livres, ou membros, sejam determinados de maneira diretiva. Não há, de forma alguma, efetividade em comando-e-controle.

Relações de causa e efeito, embora possam ser estabelecidas, só podem ser identificadas depois da ocorrência de eventos, nunca antes. Não é possível planejar resultados, apenas influenciar.

A transformação de sistemas complexos, dessa forma, acontece apenas a partir de estímulos. É necessário, sistematicamente, estimular e monitorar resultados para determinar se a linha conduta que está sendo adotada está, ou não, levando a uma condição compatível com a desejada.

Dessa forma, uma comunidade que deseja se manifestar inclusiva, por exemplo, não o fará apenas a partir de um código de conduta – que, embora seja um passo importante, não garante nada. É necessário ir além, de maneira consistente e com persistência, para que a transformação real aconteça.

A declaração de um direito não faz com que ele exista. No lugar disso, legitima a luta daqueles que anseiam por ele. A formação de um direito geralmente elimina um privilégio e, por isso, está sempre cercada de conflitos.

Em sistemas complexos, qualquer ação ou ausência de ação é um estímulo. Por isso, é necessário muito cuidado com o que se está estimulando. Qualquer manifesto de poder, por sua posição, tem ainda mais “peso” em tudo que faz ou deixa de fazer.

O pensamento libertário, tão característico nos EUA, se inclina de maneira contrária ao conceito de legislação moral ou paternalista. Em termos simples, a ideia é que todo indivíduo terá condições de se defender e se portar de maneira apropriada. Não cabendo assim, a nenhuma forma de governo ou organização influenciar nessa direção.

Qualquer organização, que exerça estímulo em um sistema complexo, que não se posicione de forma libertária, ou seja, que em algum momento se manifeste a favor de princípios morais e sociais como apoio a sua finalidade, fica, então, eticamente implicada em estimular, vigiando e punindo, o que ou quem se afastar do que alegadamente defende. Caso contrário, poderá e deverá ser rotulada por omissão ou hipocrisia.

Em sistemas complexos, altamente interdependentes, como comunidades, geralmente é mais efetivo a aplicação do pensamento utilitarista. Ou seja, escolhendo linhas de atuação que favoreçam o bem maior. Em casos isolados, poderá parecer (e até ser) expressão de injustiça. Mas, se servir de “mensagem correta”, provavelmente valerá a pena.

O discurso é sempre mais bonito e agradável do que a urgência da prática!

Compartilhe este insight:

Uma resposta

  1. Aqui é a Cristina Maria Da Silva, gostei muito do seu artigo
    tem muito conteúdo de valor parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Elemar Júnior

Sou fundador e CEO da EximiaCo e atuo como tech trusted advisor ajudando diversas empresas a gerar mais resultados através da tecnologia.

Elemar Júnior

Sou fundador e CEO da EximiaCo e atuo como tech trusted advisor ajudando diversas empresas a gerar mais resultados através da tecnologia.

Mais insights para o seu negócio

Veja mais alguns estudos e reflexões que podem gerar alguns insights para o seu negócio:

No último post desta série, tratamos da “Lei do Retorno Acelerado”. Sabemos que negócios digitais tem crescimento potencialmente exponencial. Neste...
Como já afirmado, a arquitetura corporativa influencia e é diretamente influenciada pela Estratégia do Negócio. Logo, todas as informações que...
Conheci o poema maravilhoso da Viviane Mosé, transcrito abaixo, na interpretação de uma grande amiga. Quem tem olhos pra ver...
Implementing synchronization for multiple threads in .NET is easy. There are a lot of options for doing that – for...
Este post é uma releitura de um que havia escrito, em 2016, e que se perdeu no “reboot” do blog....
Há algum tempo, estou compartilhando recomendações práticas para construção de microsserviços com Aspnet Core.  Agora, resolvi organizar meus exemplos para...