Tag

Aviso

Então, 32!

Por | Sem categoria | Sem Comentários

Olá pessoal, tudo certo?

Há um ano, escrevi um post comentando o meu aniversário.  Um ano passou e estou aqui novamente. Dia 6 de setembro é o dia em que completo 32 anos.

Não vou dizer que esse último ano foi perfeito. Não foi! Tive os meus problemas, alguns tropeços, muitos enganos. Fiquei chateado algumas vezes e também não fui, exatamente, “um cara legal” todo o tempo. Fui apenas eu. Isso, algumas vezes, não foi assim tão fácil.

Aos 31 anos vivi e morri algumas vezes. Coisa pouca, boba, perdida. Mas, no final sempre me encontrei.

Fiz descobertas. Aprendi muito e brinquei muito. Passei cada dia em um dia. Tive a oportunidade de chorar e sorrir em demasia. Seguramente, em muitas coisas, tive mais do que devia, ou podia. Entretanto, nada que não pudesse suportar.

No blog, escrevi sobre muitos assuntos. Alguns mais densos, outros mais leves. Falei sobre 3D, Arquitetura, AspNetMvc e Assembly.  Dei alguns Avisos e desvendei (um pouco) do Azure. Brinquei com backtracking, estruturas de dados como Bitboards. Comecei a aprender Boo. Usei muito C#  e pouco C++. Falei sobre carreira, Cloud Computing e CodeAsData. Queria ter escrito mais sobre compiladores, DbC, DesignPatterns. Ilustrei um bocado sobre as utilidades da DLR. Me esforcei para criar e aprimorar uma ou outra DSL. Forcei os limites da paciência dos leitores com Emitting (quem lembra da FluentIL?!). Comecei uma pequena (micro) série sobre Erlang. Disse como tratar Exceptions. Queimei alguns neurônios com Expressions. Busquei novos paradigmas como Functional Programming. Escrevi um post sobre Haskell. Brinquei muito com XNA e HLSL.  Entendi um pouco do html5. Implementei alguns exemplos de ImageProcessing. Referenciei um bocado do que já havia escrito sobre Intermediate Language. Mostrei como usar IronRuby como linguagem de Script. Pensei além da TI, escrevi sobre management. Queria ter usado mais MEF. Ainda estou longe de esgotar o MSBuild.  Falei bem pouco sobre MVVM. Estou só começando com Paralelismo. Passei por arquitetura e Patterns. Brinquei com Powershell para desenvolvedores. Ainda quero escrever mais sobre REST. Espero que a Microsoft me deixe escrever muito sobre Silverlight. Criei polêmica com SOA.  Escrevi só um post sobre T-SQL. Ainda quero escrever muito sobre T4 e Testes. Comecei a escrever um engine de Xadrez.

Aos 31, palestrei em diversos eventos bacanas. Dentre eles, destaco o DNAD 2010 e 2011. Também os TDC de São Paulo e Florianópolis.

Aos 31, vi alguns artigos meus serem publicados pelas principais revistas especializadas do Brasil. Outro dia, me tornei editor da InfoQ.

Aos 31 anos, fui convidado para palestrar no TechEd 2011. Além disso, fui convidado para participar do Community Zone 2011.

Aos 31, participei do podcast da DotNetInterior; Gravei alguns podcasts com o pessoal do DNA;  Comecei o voidpodcast; Participei do DatabaseCast.

Aos 31, conheci muita gente bacana. Muita gente de outras comunidades, inclusive. Não vou relacionar, para não cometer injustiças. No trabalho, encontrei, como sempre o apoio e a direção necessária para que eu pudesse superar antigos desafios e começar muitos outros.

Sou grato a minha família pelo apoio, suporte e carinho incondicionais (quase sempre não merecido).

Como disse no início do post, esse último ano não foi perfeito. Mas, foi um grande ano! Então, obrigado meus 31. Agora, 32!

[]s

Elemar Jr.